Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

O que as Atividades Complementares têm a ver com conseguir um Estágio?

Olá pessoal, pouco mais de 1 mês sem postar aqui, mas justifico a ausência pelo final de período.
Estudar em DGEI não é moleza não.
Temos muito tempo de aula e os finais de período sugam até a alma!
Temos que virar noites fazendo trabalhos e estudando para provas.
Muitos professores avaliam os alunos com trabalhos em grupo e quando fazem provas, as provas costumam ser de 3 a 5 questões, onde devemos responder em uma ou duas páginas cada questão. Ou seja, temos que escrever muito, provando tudo o que sabemos.

Mas voltando ao assunto do título, o que as atividades complementares têm a ver com se conseguir um estágio?

Muitos entram no curso de DGEI e saem dizendo que não conseguem enxergar futuro... Tenho que dizer que esses que saem são os mesmos que nunca procuraram alguma atividade complementar no curso.
Entendo que o período de início de faculdade não é muito claro. É um universo novo que temos que explorar e muitos de nós ficamos perdidos. Mas é só ir se juntando com o pessoal mais velho, que entende melhor das coisas e buscar uma atividade complementar, que tudo começa a se esclarecer rapidinho.
Vejam só as Atividades Complementares que temos:

1) À princípio, aquele que entra no curso de DGEI já pode se candidatar a entrar no Centro Acadêmico, que possui a função de integrar alunos, levar demandas dos alunos à coordenação, buscar investimentos para o curso, criar um maior diálogo entre a coordenação e os alunos, buscar melhorar todo e qualquer tipo de tópico dentro do curso de DGEI. No ano de 2015, iniciaremos um jornal mensal, teremos a loja de DGEI, com artigos feitos com a marca DGEI, como artigos escolares, vestuário e artigos decorativos. Tem área de esportes à política para os alunos atuarem!

2) Todo aluno que entra no curso pode se candidatar a membro da Comissão Organizadora da Semana de Defesa, evento anual realizado por alunos para discutir academicamente os assuntos relacionados com defesa. Tem várias matérias sobre a Semana de Defesa neste Blog, é só pesquisar na ferramenta de pesquisa, no cantinho superior direito! ;)

3) Aos que terminam o primeiro período, já podem se candidatar às bolsas de monitoria e iniciação científica, basta ficarem atentos às bolsas.

4) Estágio

5) Jornal do curso de DGEI

6) Laboratórios de Pesquisa

7) Qualquer coisa! Basta expandir a criatividade! Qualquer coisa que você goste de fazer deve ser levada em consideração. Esta blog mesmo não existia e eu decidi criar um belo dia. E ele me ajudou a conseguir um estágio... Mas como?
Qualquer atividade tem a sua importância e serve de EXPERIÊNCIA!
Você não precisa esperar que alguém abra as portas para você ter a chance de EXPERIMENTAR o mercado de trabalho. Além de as atividades do curso serem uma porta de entrada para você obter experiência para o mercado de trabalho ou um estágio, sua mente é a porta de entrada. OUSE, CRIE, PARTICIPE!

Como consegui um estágio e como cada passinho que dei na faculdade adiantou para isso?

Primeiro, comecei a me envolver com todas as atividades oferecidas pelo curso.
Este ano decidi me candidatar à monitoria voluntária. Cada monitor recebe uma bolsa de 400,00 se for aprovado na prova de seleção de bolsistas de monitoria, realizada uma vez por ano, mas, se nenhuma matéria te interessar, se candidate a ser monitor voluntário da disciplina que mais lhe agradar. Isso vai te dar a experiência de falar em público, ministrar uma disciplina nos momentos de revisão e se auto descobrir enquanto suas capacidades e habilidades.
Me tornei então, monitora de História dos Grandes Conflitos.
Foi uma experiência ótima.
Sendo assim, postei coisas dessa disciplina no blog...
Uma dessas postagens serviu para eu conseguir ir para a segunda fase do estágio que fui aprovada.
Me candidatei ao Laboratório de Estudos Asiáticos, sendo aceita pela professora Valéria Lopes Ribeiro, do curso de DGEI. Nele produzi um artigo, que também serviu como texto a ser avaliado na primeira fase de seleção do estágio.
Me candidatei à Comissão Organizadora da Semana de Defesa, o que me deu a experiência de organizar um evento acadêmico.
Recebi o convite a partir da criação do blog, de participar do Centro Acadêmico do curso.
Fui a eventos de Relações Internacionais, o que me deu contatos que me ajudaram a conseguir a bolsa de estágio, através do reconhecimento da minha participação efetiva em eventos desta área.
Fui voluntária da primeira Semana de Defesa, o que serviu como experiência que contou para eu participar efetivamente da IV Semana de Defesa.
Diante de toda essa presença que busquei ter dentro do curso, recebi um convite para iniciação científica com a professora Sandra Becker, nossa queridíssima professora de Bioética, Logística e Mobilização Militar e futura Coordenadora de DGEI, tomara! =)
Durante a Semana de Defesa, usei da minha posição dentro da Comissão Organizadora, para conseguir financiamento para o jornal que eu tinha em mente. Realizamos então o jornal, com participação de alunos interesadíssimos na ideia e cobrimos o evento durante três dias, com uma publicação por dia, o que dei mais um impulso ao jornal que o curso trará ano que vem, como iniciativa do centro acadêmico de DGEI.
Link do jornal: http://dgeinafederaldorio.blogspot.com.br/2014/11/jornais-da-iv-semana-de-defesa.html
Tendo entrado como Vice-Diretora de Marketing no Centro Acadêmico, já dei a ideia de criarmos bonequinhos de profissões, já que não existe um para DGEI, assim como existe o de médicos, advogados, etc, e disso surgiu a ideia de criarmos uma loja de DGEI a fim de conseguirmos fundos para o centro acadêmico e futuros investimentos em DGEI, como materiais para aulas, computadores, materiais esportivos, etc.

Enfim gente... cada contato, cada atividade, cada trabalho voluntário, cada conversa com professores, me abriram portas para eu ter o que contar e o que apresentar na hora da entrevista de estágio. Cada minuto de conversa, até mesmo com pessoas indiretas a essas conquistas, foram decisivas para eu receber propostas de trabalho e do estágio.
Na mesma semana em que recebi o chamado para a iniciação científica, minha querida professora Mariana Kalil e Orientadora de TCC, me convidou para ser sua secretária para assuntos de um próximo livro no qual ela deseja participar, me convidando a juntar meu nome e o dela em um artigo juntas, em reconhecimento do meu trabalho voluntário este ano como monitora e com o propósito de me ajudar a iniciar minha carreira acadêmica, com a futura publicação de um artigo com ela.

Caros, as aulas de DGEI são de 16:00 às 22:00, mas o trabalho começa cedo, desde de manhãzinha.
Todos temos o direito de aproveitarmos os dois primeiros anos de faculdade, dormindo até 11 horas da manhã já que a aula é de tardinha, quase de noite, mas depois disso, é preciso lutar, correr atrás de todas as atividades possíveis. Só assim, conseguimos enxergar as portas das possibilidades se abrindo frente aos nossos olhos.
Não é fácil, aliás, desconfie do que vem fácil. Mas DGEI tem ótimas possibilidades de futuro e é NOTA CINCO NO MEC!
Graças ao trabalho de dedicação de alunos, professores e coordenação!
Valorizem isso, busquem e vençam!
Todos podem vencer!
É só aproveitar cada chance que aparecer e lutar pelos seus objetivos.
Não neguem oportunidades, ainda que não sejam exatamente o que tinham em mente. Cada experiência é válida.
Boa sorte!