Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Engenharia de Defesa

Em conversa por e-mail com o Professor da disciplina Engenharia de Defesa, Leandro Moreira, de acordo com as palavras dele,
"A Engenharia de Defesa pode ser entendida como uma área multi e interdisplinar que visa à formação de recursos humanos capacitados à atuação em pesquisa, desenvolvimento e inovação de tecnologias de caráter dual, ou seja, que podem ser aplicadas tanto para uso militar como para uso civil. É importante dizer que, ao redor do mundo, não há registro de nenhum curso de graduação em ED: o que se encontra são cursos de extensão, especializações e pós-graduações, destinadas a receber graduados e pós-graduados em ciências exatas. Nos EUA, Inglaterra e Austrália, você pode encontrar exemplos de programas dessa natureza nos seguintes endereços:


No Brasil, o IME é a única instituição a oferecer, tanto para militares como para civis, mestrado e doutorado na área. Talvez seja interessante visitar o site

No curso de DGEI, o programa do professor para o curso é:

1) PND, END e LBDN: discussão sobre projetos, P&D nas forças armadas, e a formação de pessoal qualificado para atender às demandas da Base Industrial de Defesa, bem como o papel da iniciativa privada neste contexto;
2) Programação de computadores: introdução à computação científica;
3) Introdução à Matemática Aplicada.

O professor ressalta que os itens 2 e 3 são mais voltados para o cálculo mesmo. O que pode se tornar um obstáculo aos alunos que não gostam. Cálculo não é um conteúdo obrigatório em DGEI, mas nessa disciplina, os alunos que a cursarem têm de estar sob aviso sobre essa parte.

Formação do professor se encontra disponível em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário