Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Disciplinas Complementares

O curso de DGEI conta também com disciplinas complementares, que às vezes permanecem e às vezes mudam. Por exemplo, já tivemos Tópicos Especiais sobre Oriente Médio. Eu, particularmente me interesso e achei muito bom ter cursado essa disciplina. A professora era excelente no assunto. Hoje, esse tópico não existe mais, pode ser que volte a existir em outro período, mas a dica é: pegue quantos tópicos puderem. Sempre são interessantes e são disciplinas leves e sem muito trabalho, é mais para complementar mesmo a formação. Geralmente são no horário de 16 horas às 18 horas e não atrapalham outras disciplinas obrigatórias.
Agora vou mostrar as disciplinas complementares desse período de 2014.1:

Fundamentos da Toxicologia

Essa disciplina não é cursada no prédio onde acontecem as aulas de DGEI, mas sim no IESC (Instituto de Estudos em Saúde Coletiva). O curso de DGEI sugere esse tipo de disciplina pois os futuros profissionais de DGEI podem vir a trabalhar com defesa (não necessariamente teremos todos que trabalhar com isso, visto a vasta formação multidisciplinar desta graduação). O professor Armando (eu mesma já cursei esta disciplina) aborda questões como guerras biológicas e químicas, problemas recorrentes de saúde em determinadas regiões, contaminações do solo com chumbo por exemplo e como os seres humanos são aos poucos contaminados com este tipo de material, que acaba ocupando as ligações que deveriam ser feitas com cálcio e então se acumulam em ossos e dentes. Sim, tem um pouco de química, mas não é cobrado na prova, ele diferencia a cobrança para alunos de saúde e de defesa. Defesa lembrando, não é somente defender o Brasil de outros países, mas garantir condições de estabilidade e qualidade para o país.

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4763499A6


Teoria dos Jogos

Administrada pelo professor Carlos Schonerwald, já apresentado no 8º período, a disciplina comporta jogos em que avaliamos possibilidades de interação entre os seres humanos onde estes tentam ao máximo minimizar suas perdas e maximizar seus ganhos nas relações entre si. Aprendemos o famoso Dilema do Prisioneiro e outros jogos de interação onde descobrimos que nem sempre a melhor opção será a escolhida pelos atores. Às vezes, empresas podem decidir por lucrarem menos e garantir ainda seus lucros e permitir que a outra empresa mesmo assim ganhe, sem perder muito para a mesma. São os cartéis que, ainda proibidos, existem. Não temos o lado dos cálculos, mas sim da teoria mesmo desses jogos. Eu particularmente gostei muito e sempre tive curiosidade por causa do nome chamativo dessa disciplina.

Tópicos Especiais III - Engenharia de Defesa


"A eletiva de Engenharia de Defesa, ministrada pelo professor Leandro Moreira, pós graduando do IME, serve para dar ao graduando de DGEI uma base do que é necessário e o que aborda a pós-graduação em Engenharia de Defesa pelo Instituto Militar de Engenharia (IME). Abordando matérias de exatas, essa eletiva dá ao aluno de DGEI, uma compreensão melhor da área de defesa em vários patamares abordados por políticas de defesa estudadas pelos mesmos ao decorrer do curso, apresentando projetos que foram desenvolvidos para o âmbito militar e podem ser incorporado ao convívio civíl, A partir do período vigente (2014.1) a matéria vai se dividir em dois segmentos: uma introdução que vai falar mais dos projetos de Engenharia de Defesa e das suas aplicações tanto âmbito militar quanto no civil, já citados. E uma continuação, que tem como foco introduzir o graduando mais a fundo na parte técnica abordando mais as matérias exatas como de álgebra linear e programação. Chegando ao final dessa eletiva, o aluno que queira dar prosseguimento a sua jornada rumo ao IME será aconselhado pelo professor a puxar o ciclo basico de engenharia, que consiste em calculo 1, 2, 3 e 4, programação, algebra linear, física, química entre outros, com uma duração não menor que 2 anos. Ao se formar o graduado terá uma noção de engenharia que a pós graduação pede. Para ingressar no IME o candidato terá que passar por uma análise curricular, e se selcionado deverá apresentar um projeto de pesquisa que sirva para emprego militar e posteriormente civíl, aprovado nessa pré seleção o aluno dará início a sua pós-graduação no IME."

Em entrevista on line com o aluno do 3º período Iury Chaffin.



Tópicos Especiais IV - Cine-Defesa 


Professor Henrique, já apresentado no 8º período
e professor Daniel Negreiros Conceição.

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4744107D0



Tópicos Especiais V - Políticas de Defesa (NOVA)

Professora Ana Luiza, já apresentada no 8º período



Tópicos Especiais VI - China - Desenvolvimento Econômico (NOVA)

Professora Valéria Lopes Ribeiro

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4732530P2

A professora Valéria, também orientadora do Laboratório de Estudos Asiáticos da UFRJ, que vai administrar esta disciplina. Alguns alunos de DGEI são auxiliares de pesquisa, assim como eu. Minha primeira atividade foi fazer um esboço de artigo sobre o desenvolvimento de países africanos em conjunto com os investimentos chineses. Creio que este tópico tratará de questões semelhantes a este tipo. A China vem investindo em regiões periféricas do mundo a fim de obter matérias-primas que sustentem seu desenvolvimento crescente nos últimos anos e, em troca, investe diretamente nestes países, criando hospitais, financiando empresas locais, oferecendo ajuda financeira, especialização de mão-de-obra, etc.


Nenhum comentário:

Postar um comentário